The online medical device exhibition

Como escolher uma mesa de massagem?

As marquesas ou mesas de massagem são utilizadas por profissionais de saúde para posicionar corretamente os pacientes aquando de tratamentos de medicina desportiva, terapias de relaxamento e de quiropraxia ou ainda massagens Bobath. Geralmente, a massagem realiza-se com o paciente em decúbito ventral ou dorsal. Dada a grande variedade de mesas de massagem disponíveis no mercado, há algumas informações elementares que podem ajudar a escolher a mesa que mais lhe convém.

Mesas de massagem: ver produtos

  • Que critérios de escolha ter em conta ao comprar uma mesa de massagem?

    Há vários critérios a levar em consideração:

    • O uso pretendido: existem mesas concebidas para diferentes aplicações, consoante se trate de prestação de cuidados domiciliários, de um centro de spa, de uma clínica de fisioterapia ou de quiropraxia. As mesas de massagem para quiropraxia são praticamente idênticas às utilizadas em osteopatia.

     

    • As dimensões da mesa: o tamanho dos pacientes pode variar bastante, por isso é essencial optar por uma mesa com uma superfície que garanta o maior conforto possível a todos. A maioria das mesas tem um comprimento standard de 185 cm, mas algumas podem ir até 2 metros graças a uma extensão para a cabeça. Para determinar a largura necessária da mesa, há ainda que levar em linha de conta o tamanho do profissional. Se não for muito grande, será preferível uma mesa estreita. Caso contrário, uma mesa larga será mais adequada e oferecerá maior conforto ao paciente.

     

    • A carga máxima admitida: inclui o peso do paciente, mas também o peso que o próprio profissional irá adicionar ao manipular e pressionar o corpo do paciente. Dado o aumento da obesidade entre a população, as mesas de massagem standard atuais são, em geral, robustas e apresentam resistência até 270 kg, garantindo conforto e estabilidade.

     

    • O número de zonas, ou secções, e acessórios disponíveis: muitas mesas oferecem uma vasta gama de possibilidades para melhorar e personalizar a experiência do paciente, tais como diferentes graus de inclinação, encosto ajustável, etc. No caso da quiropraxia, o profissional privilegia os tratamentos manuais, incluindo o realinhamento da coluna vertebral e a manipulação de tecidos moles. Por isso, as mesas de massagem destinadas a esta prática apresentam, geralmente, maior modularidade e são constituídas por múltiplas zonas, permitindo colocar o paciente numa variedade maior de posições.

     

    • Mesa elétrica ou manual: a vantagem da mesa de massagem elétrica é ser possível ajustar a sua altura e a inclinação do encosto, bem como mover a zona central, por meio de um telecomando. São bastante adequadas para fisioterapia e quinesiterapia, por exemplo.

     

    • A espessura do colchão: o conforto do paciente é uma das prioridades a ter em conta ao comprar uma mesa de massagem. Um colchão espesso é essencial para proporcionar uma boa experiência ao paciente e dar-lhe vontade de voltar. Além disso, um colchão espesso e de boa qualidade prolongará o tempo de vida útil da mesa. Os chamados colchões de espuma com memória são mais duráveis e deformam-se menos.

     

    • A escolha dos materiais: o couro é o material mais utilizado no revestimento de mesas de massagem por ser resistente e fácil de limpar. A imitação de couro é igualmente prática e de preço mais acessível. Quanto ao material da estrutura da mesa, se optar por madeira, é importante escolher uma madeira de muito boa qualidade, com poucos nós e grão homogéneo, menos propensa à formação de fissuras. Se preferir uma mesa de alumínio, também deve apostar na qualidade, para que aquela não venha a vergar e/ou a apresentar mossas.

     

    • Mobilidade: o peso da mesa de massagem e o facto de ser ou não facilmente transportável são fatores decisivos, especialmente no caso de terapeutas que realizam sessões ao domicílio ou ainda em workshops e feiras. As mesas de massagem portáteis são mais leves. Algumas são dobráveis: quando fechadas, assemelham-se a uma mala de viagem, sendo fáceis de transportar.

     

    • O preço: as mesas de massagem de menor custo rondam os cem euros e são indicadas para uma utilização esporádica. Já os preços das mesas de massagem profissionais começam nos 300 euros e podem ir até mais de 1 000 euros.

    Principais critérios de escolha:

    • Uso previsto
    • Dimensões
    • Capacidade máxima de carga
    • Número de zonas (secções)
    • Acessórios disponíveis
  • Como escolher uma mesa de massagem portátil?

    Mesa de massagem portátil da marca AGA

    As mesas de massagem portáteis são particularmente adequadas para terapeutas que prestam serviço ao domicílio. O seu preço é mais baixo que o das mesas convencionais, mas é fundamental ter alguns elementos em consideração.

    Em primeiro lugar, há que verificar a estabilidade e a fiabilidade da mesa, nomeadamente para não correr o risco de que esta se feche durante o tratamento, ferindo o paciente. Importa, também, não esquecer a carga máxima suportada pela mesa, sobretudo se tiver pacientes com um peso superior à média. Deve, ainda, levar em conta a altura da mesa aberta, bem como o seu peso e tamanho quando dobrada.

    A escolha do material da estrutura é igualmente importante. Se pretender adquirir uma mesa de massagem mais leve, prefira o alumínio à madeira. Também os acessórios podem ter influência no peso total da mesa. Por exemplo, uma mesa com encosto ajustável é mais pesada devido ao mecanismo de elevação.

    Por último, nestas mesas, como nas restantes, a escolha do colchão (tipo de tecido, espessura, firmeza) é primordial e não deve ser descurada por motivos de peso e de preço da mesa, pois o conforto do paciente continua a ser uma prioridade.

  • O que diferencia uma marquesa de spa de uma mesa de massagem convencional?

    Marquesa de spa da marca Hbw Technology

    As macas ou marquesas de spa apresentam diversas características que as distinguem das mesas de massagem convencionais.

    Um spa é um estabelecimento dedicado a tratamentos de beleza e de bem-estar com base na hidroterapia. Assim, como se destina ao uso em ambientes húmidos, a mesa de spa deve apresentar resistência à corrosão e a capa do colchão deve ser impermeável.

    Além disso, o colchão também deve ser suficientemente espesso para proporcionar o maior conforto possível aos clientes do spa, que vêm ao centro de bem-estar em busca de relaxamento.

    Por fim, o design das mesas de spa é geralmente cuidado, elegante, enquadrando-se perfeitamente na atmosfera tranquila e harmoniosa característica destes centros.

  • O que diferencia uma mesa de Bobath de uma mesa de massagem convencional?

    Mesa de Bobath da marca SEERS Medical

    A mesa de Bobath deve sobretudo ser muito mais larga e mais resistente do que uma mesa de massagem tradicional. Ao realizar uma massagem de Bobath, por vezes o profissional tem de se colocar também em cima da mesa. Portanto, estas mesas deverão ter uma capacidade de carga dinâmica e estática superior à dos equipamentos convencionais.

    Ademais, certas manipulações específicas desta terapia exigem maior amplitude de movimentos. Como tal, é necessário mais espaço para que o terapeuta possa realizar os tratamentos nas devidas condições, mas também para que o paciente tire o máximo partido da massagem.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Guias relacionados
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *