O salão online de equipamentos médico-hospitalares

Que medidor de pressão arterial escolher?

O medidor de pressão arterial é um dispositivo médico utilizado para a medição não invasiva da pressão arterial sistólica e diastólica. Tem diversas designações, tais como monitor de pressão arterial, medidor de tensão arterial ou simplesmente aparelho de pressão. O termo esfigmomanómetro aplica-se, geralmente, aos aparelhos manuais.

Esfigmomanómetros: ver produtos

  • Quais os diferentes tipos de medidores de pressão arterial?

    Medidor digital de pressão arterial de braço OMRON

    Os monitores de pressão arterial podem ser digitais ou manuais.

    Medidores digitais de pressão arterial: efetuam a medição automática da pressão arterial e exibem os resultados num visor digital. São concebidos, sobretudo, para quem deseja ter um aparelho em casa para medir a tensão, mas começam a ser cada vez mais utilizados por profissionais de saúde. Os medidores digitais de pressão arterial dividem-se em dois tipos principais, consoante a zona de medição se situe no braço ou no pulso.

    • De braço: são dispositivos fáceis de utilizar, constituídos por uma braçadeira (manguito) e por um manómetro digital. Captam os dados no antebraço. A medição com um destes aparelhos pode causar mais desconforto do que com um modelo de pulso.
    • De pulso: neste caso, a medição é efetuada no pulso. O dispositivo encontra-se fixado à braçadeira, tornando o todo bastante compacto. São ideais para quem se desloca frequentemente e deseja levar o aparelho consigo.
    Esfigmomanómetro de braçadeira com dois tubos Spengler

    Esfigmomanómetro com braçadeira de dois tubos Spengler

    Medidores manuais de pressão arterial, ou esfigmomanômetros: mais complexos, destinam-se principalmente ao uso por profissionais de saúde. A pressão arterial do paciente é medida pelo método auscultatório. São usados juntamente com um estetoscópio e compostos por uma braçadeira insuflável ligada por um tubo ao manômetro analógico. Podem dividir-se em dois tipos, de acordo com a sua configuração.

    • Esfigmomanómetros com braçadeira de dois tubos: foram os primeiros modelos a ser comercializados. Têm, geralmente, o manómetro fixado na braçadeira e os valores da pressão são apresentados num visor analógico. Muitos profissionais de saúde utilizam este tipo de esfigmomanómetro pela sua elevada precisão. No entanto, o manómetro sobre a braçadeira torna-os mais pesados e, logo, menos adequados para crianças e idosos. Os pediatras e os geriatras preferem, por isso, dispositivos cujo manómetro não esteja fixado na braçadeira ou modelos de tipo palmar.
    • Esfigmomanómetros de tipo palmar (com pera acoplada): são os mais apreciados de todos os monitores de pressão arterial. Têm o manómetro na pera, não na braçadeira. A pera é a parte do dispositivo que insufla a braçadeira, a fim de se medir a pressão arterial. Contrariamente aos modelos com dois tubos, estes aparelhos permitem trocar facilmente de braçadeira em função do paciente, bastando retirar o tubo que a liga ao manómetro. Esta é, sem dúvida, uma vantagem para enfermeiros e médicos de clínica geral, que recebem pacientes de todas as idades. O único inconveniente é que o profissional de saúde terá de suportar o peso do manómetro sobre a pera.
  • Optar por um monitor de pressão arterial digital ou manual?

    Medidor digital de pulso Beurer

    Medidor digital de pulso Beurer

    Cada um destes tipos de medidores de pressão apresenta vantagens e desvantagens.

    Aparelhos digitais: em geral, proporcionam uma leitura bastante simples dos valores da pressão arterial. Como não requerem conhecimentos técnicos, podem ser utilizados por qualquer pessoa em total autonomia. Basta colocar a braçadeira e ligá-lo, carregando num botão. O aparelho insufla automaticamente a braçadeira e apresenta os resultados da pressão arterial sistólica e diastólica no visor digital, bem como a pulsação. Alguns modelos oferecem outras funcionalidades, como a deteção de arritmia cardíaca. Além disso, a memória do aparelho permite guardar um certo número de resultados, o que é bastante prático no caso de pacientes cuja pressão arterial deva ser regularmente vigiada, pois assim estes poderão efetuar as medições em casa com a frequência necessária e, depois, mostrar os valores ao seu médico.

    • Aparelhos de pulso: mais leves e fáceis de transportar do que os modelos de braço, são particularmente práticos para quem se desloque frequentemente e necessite de ter o aparelho consigo a fim de medir a tensão com uma certa regularidade. Contudo, a precisão da medição é inferior à dos outros modelos.
    • Aparelhos de braço: oferecem uma medição fiável da pressão arterial e são perfeitamente adequados tanto para uso próprio como para a prática clínica.
    Esfigmomanómetro com pera acoplada Spengler

    Esfigmomanómetro com pera acoplada Spengler

    Aparelhos manuais: os esfigmomanómetros são utilizados, principalmente, por profissionais de saúde. Realizam medições com maior precisão e fiabilidade, mas requerem um conhecimento específico do processo de medição, que é inteiramente manual.

    • Esfigmomanómetros com braçadeira de dois tubos: a sua principal vantagem é a precisão dos valores medidos. Além disso, para o médico ou enfermeiro, são mais leves e, portanto, mais confortáveis do que os modelos de tipo palmar. A desvantagem é que o peso do manómetro fixado na braçadeira terá de ser suportado pelo paciente. Por conseguinte, estes aparelhos são raramente usados em bebés ou em idosos.
    • Esfigmomanómetros de tipo palmar (com pera acoplada): mais leves ao nível da braçadeira, estes modelos são assim mais confortáveis para o paciente. Também são mais fáceis de colocar no paciente e a troca de braçadeira é simples e rápida, ao contrário do que acontece nos modelos com pera e manómetro separados.
  • Que outras características ter em conta ao escolher um monitor de pressão arterial?

    Ao adquirir um monitor de pressão arterial, além do tipo de dispositivo (ver secções anteriores), há vários outros elementos a levar em conta, nomeadamente as características da braçadeira, como o tamanho, se é mais ou menos flexível, o modo de ajuste, etc.

    Se estiver a pensar comprar um aparelho digital, saiba que alguns modelos incluem funções que poderão interessar-lhe:

    – Deteção de arritmias;
    – Deteção de movimentos;
    – Aviso de hipertensão arterial;
    – Memória para medições anteriores.
    Encontrará modelos com uma boa relação preço/precisão.

  • Que opções oferecem os novos medidores digitais?

    Os medidores de pressão conectáveis conhecem um sucesso crescente. São compactos, fáceis de utilizar, ideais para a medição da pressão pelos próprios pacientes. Estes dispositivos conectáveis permitem-lhe transferir os resultados das medições para um smartphone, tablet ou computador por Wi-fi ou Bluetooth, podendo inclusivamente partilhá-los com o seu médico. Deste modo, contribuem para um acompanhamento mais completo da pressão arterial do paciente através de medições frequentes e da comparação e monitorização da evolução dos valores pelo próprio e/ou pelo médico.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *